14 janeiro 2015

De Menina a Mulher: A Evolução da Taylor Swift

     Quem acompanha - mesmo que de longe - a música pop sabe que a Taylor de Blank Space não é a mesma que estourou com Love Story. A mudança  é gritante tanto no visual como nas letras, que apesar de ainda serem do mesmo assunto são feitas de forma bem diferentes. Se antes o som ia para um lado mais country agora esta de vez no pop, e isso faz todo sentindo se olhamos para essa mudança como uma evolução.


   
O Começo:

     Antes de estourar com Love Story, ela já tinha lançado dois clipes Tim McGraw e Our Song onde sua visão extremamente romântica e até irrealista do amor estava mais intensa do que nunca. As letras falavam de momentos fofos, sabe? De como as coisas pareciam se combinar perfeitamente entre ela e o cara que ela gostava. O mundo e os problemas apareciam como principais vilões que seu amor precisava enfrentar para conseguir um final feliz



     Essa busca pelo final feliz continua em You Belong With Me, onde ela vive um amor platônico repleto de cenas fofas e sorrisos desajeitados. O lado ruim dos seus relacionamentos começa a aparecer mais em  2010 com Back To December, dessa vez é ela que esta pedindo desculpas enquanto revive memórias de quando eles estavam juntos.

Red e começo da mudança:

    Quando RED foi lançando todos perceberam que algo estava diferente. Além de uma refinada no estilo, passando do extremamente romântico para  o vintage  suas composições mostraram um grande salto de maturidade em relação aos álbuns anteriores. Na musica que leva o nome do álbum, Taylor misturou vários tons para descrever o amor de uma forma totalmente nova. 

 


     Antes amar era como estar em conto de fadas, agora era como estar em queda livre: totalmente incerto mas assustadoramente exitante. A euforia e a dor foram de estar apaixonada foi incrivelmente representada pelas letras, mas outros pontos importantes como recomeços e amor próprio também são importantes. 

    We Are Never Ever back Together  e  Begin Again  o fim de relacionamentos são mostrados de formas bem diferentes, divertida e dançante no primeiro e mais reflexivo no segundo. Mas é I Knew You Were Trouble  com  que ela estoura de vez mostrando o extremo oposto do encantamento de Red 



      22 mostra outra mudança no foco da cantora, se antes os singles eram baseados em caras agora ela e suas amigas ganharam espaço. Um espaço saudável e importante. Estamos falando de imagem aqui, poucas pessoas realmente conhecem a Taylor, mas todos conhecem a imagem que ela passava com seus álbuns anteriores. A música é leve e divertida, focada nela e nas amigas e isso é muito legal para mostrar que ela não esta imersa em dramas amorosos o tempo todo.




1989 

    Se com Red, ela entrou no pop com 1989 pretende se fixar nele de vez. As musicas continuam sendo sobre amor, mas estão ainda menos dramáticas e mais maduras ( para alguém de 24 anos,claro), além de mais dançantes. O que mais chama atenção nele, é a postura de "autozuação " em algumas musicas. 
    
     Em Shake It Off  Taylor responde as criticas que recebe pelo seu estilo de vida, fazendo varias referências a cantoras já consagradas no pop e atingindo muita gente que sempre torceu o nariz para suas composições. Afinal, quem nunca lidou com haters e pessoas falsas? É fácil de se identificar. Com versos como "Namoro muitos caras, mas não consigo fazê-los ficar. Pelo menos, é o que as pessoas dizem " ela mostra que esta lidando melhor com as criticas e melhor: usando elas para criar hits!



      Blank Space com certeza veio pra hitar, Taylor usa toda sua ironia para interpretar uma milionária neurótica que vive intensamente seus relacionamentos alternando entre o romance, dependência emocional e paranoia, exatamente a imagem que muita gente tem dela. 



      Desde Tim McGraw muita coisa mudou na forma como ela vê e lida com seus relacionamentos, Taylor Swift  está crescendo com seu público e conquistando muitos outros nesse processo. Enquanto outras cantoras teens ainda não encontraram o caminho para uma carreira longa, Taylor parece estar nele: mantendo o que a faz as pessoas se identificarem mas fugindo daquela visão forçadamente adolescente e açucarada. 

Beijos,meninas :D
Postado por Byanca Pinheiro às 00:08
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

Sou muito fã da taylor, então nem preciso dizer o quanto amei o post né?

www.fashionworldbykaren.com
Tô lendo uma biografia da Taylor Swift no momento e o teu post meio que resumiu toda a história dela. Concordo contigo, acho que ela cresceu muito desde o primeiro álbum e acho bonito perceber isso. Meio que faz a gente pensar: será que a gente também amadureceu/mudou tanto assim nos últimos anos?
Enfim, tô gostando muito do estilo atual da Taylor. Me identifico mais do que os anteriores.

Até mais,
Maira - http://estilodeaudrey.com.br/
Fico feliz que essa mudança seja tão clara para as pessoas como é pra mim meninas, ainda não ouvi o o 1989 inteiro então estou na expectativa de algo muito bom

Postar um comentário

Olá, é um grande prazer ter você aqui no blog, fique a vontade. Deixe o link do seu blog para que eu também possa visitá-lo ,mas evite mensagens (seguindo,segue de volta) Beeijos ♥

PageRank